A armazenagem climatizada é rentabilidade garantida!


  • Felipe Millani – Consultor de Vendas da Conela Refrigeração.
  • Naomi La Rocca – Coordenadora de Marketing e Vendas da Conela Refrigeração.

Observamos em todas as indústrias uma busca constante por aumento de produtividade, afinal essa é uma das maneiras mais eficientes de alavancar a rentabilidade de um negócio. Na agricultura não é diferente, pelo contrário, muitos investimentos em tecnologia têm sido feitos para ampliar a sua capacidade produtiva.

É comum escutarmos que o agro é a riqueza do Brasil e que a soja é a menina dos olhos desse setor! Por isso, são realizados trabalhos importantes no melhoramento genético das suas sementes. No entanto, ao estocá-los de maneira inadequada, desperdiçamos grande parte do potencial produtivo dessas sementes de soja, que perdem rapidamente características como vigor e poder germinativo. Para indústria sementeira, isso significa a perda do valor comercial desse produto e para o produtor rural isso representa uma colheita menor. Ambos deixam de ganhar dinheiro.

A solução é simples, basta investir em uma armazenagem adequada com controle preciso de temperatura e umidade. Diversos estudos apontam que a 10°C a conservação das sementes apresenta o melhor resultado (Bordignon, 2009). Mesmo com uma pequena variação da umidade relativa (50% a 60%), nessa temperatura elas são capazes de manter a mesma qualidade inicial de vigor e germinação (Carvalho, 1992) por pelo menos 200 dias garantindo sua alta produtividade.

Além disso, a armazenagem climatizada também oferece outras vantagens tais como a inibição da ação de metabólica de fungos e a dormência de insetos (Christensen, 1974) e a manutenção da massa seca das sementes, excelente para quem realiza sua comercialização por peso.

 

O retorno do investimento é garantido!

O payback é visto nas primeiras safras! Ou seja, a manutenção das qualidades genéticas, o aumento da produtividade nos campos e, por consequência, da rentabilidade supera rapidamente o valor investido em infraestrutura adequada e climatizada. Isso significa mais dinheiro no bolso de todos os profissionais que atuam na cadeia da soja.